Presidencialismo de coalizão: no foco da reforma política brasileira

Jonas Modesto Abreu, Leonardo Aires Castro

Resumo


No ano em que a Constituição da República Federativa do Brasil completaria 25 anos, acompanhamos uma onda de insurgência popular nas ruas de diversos centros urbanos de nosso país. O impacto midiático destas contestações reintroduziu na agenda do debate político a necessidade de se realizar uma profunda reforma no sistema político nacional. Entre os temas mais destacados da reforma política, destaca-se o presidencialismo de coalizão, relação política que envolve uma aproximação entre os poderes executivo e legislativo visando assegurar a estabilidade política e a governabilidade da nação. Para além de intenção de se discutir as características mais específicas deste modo peculiar de se estruturar as relações políticas em nosso modelo de democracia, o objetivo deste artigo é apresentar os impactos que uma reforma política poderia causar nas estruturas do poder político brasileiro. Para isso, buscou-se a opinião de respeitados cientistas políticos, argumentando sobre os possíveis impactos da reforma política no jogo do poder nacional.

Palavras-chave


Presidencialismo de Coalizão; Reforma Política; Democracia Política

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/juris.v22i26.6278

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




JURIS - Revista da Faculdade de Direito, ISSN: 1413-3571, E-ISSN: 2447-3855, Rio Grande/RS, Brasil. Contato: revistajuris.furg@gmail.com
 
 
 
 
 

Indexadores

  PROPESQ   PROPESQ     PROPESQ 

PROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQ