Deficiência, política e direitos sociais

Autores

  • Bruno Sena Martins Universidade de Coimbra, UC. Coimbra, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.14295/juris.v26i0.6098

Palavras-chave:

Deficiência, Direitos sociais, Democracia

Resumo

A conceção de deficiência que foi desenhada no século XVIII, que nasceu e se consolidou alojada nas próprias estruturas culturais, sociais e económicas em que assentam as sociedades modernas, viria a subsistir incólume até ao final da década de 60 do século XX, altura em que pela primeira vez foi seriamente denunciada a cumplicidade entre a noção de deficiência hegemonicamente estabelecida, as formas vigentes de organização social, e as experiências de profunda marginalização então vividas pelas pessoas descritas pelo idioma da deficiência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Sena Martins, Universidade de Coimbra, UC. Coimbra, Portugal

Pesquisador do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra

Downloads

Publicado

2016-12-02

Como Citar

Martins, B. S. (2016). Deficiência, política e direitos sociais. JURIS - Revista Da Faculdade De Direito, 26, 169–187. https://doi.org/10.14295/juris.v26i0.6098

Edição

Seção

Artigos