Interfaces entre modelo produtivo e divisão do trabalho flexível: a visão do trabalhador sobre a terceirização no polo naval de Rio Grande

Eder Dion de Paula Costa, Claudia Socoowski de Anello Silva

Resumo


O objetivo deste trabalho é trazer uma reflexão sobre a pesquisa empírica realizada no Polo Naval de Rio Grande acerca do modelo flexível de organização produtiva e seu impacto nos processos de sociabilidade da classe trabalhadora. A perspectiva que se pretende mostrar é a do trabalhador terceirizado dentro da organização da produção e da divisão do trabalho, ambos flexíveis. O presente artigo é produto de reflexões a partir do projeto de dissertação de mestrado da segunda autora sobre a invisibilidade social causada pela terceirização elaborado para o Programa de Pós-graduação em Sociologia da Universidade Federal de Pelotas.

Palavras-chave


Flexibilização; Terceirização; Polo Naval

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/juris.v25i0.5765

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




JURIS - Revista da Faculdade de Direito, ISSN: 1413-3571, E-ISSN: 2447-3855, Rio Grande/RS, Brasil. Contato: revistajuris.furg@gmail.com
 
 
 
 
 

Indexadores

  PROPESQ   PROPESQ     PROPESQ 

PROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQ