<b>O uso do conceito de relação patrimonial nos estudos sobre representações do patrimônio: entre o objeto e o processo de patrimonialização</b>

Autores

  • Pedro Rubens Nei Ferreira Vargas

Palavras-chave:

Patrimônio cultural. Restauração. Relação patrimonial. História. Arquitetura. Porto Alegre. Mercado público.

Resumo

Este texto se desdobra em dois pontos: o primeiro é a intenção de trazer à luz algumas questões conceituais no campo do patrimônio cultural, e o segundo ponto de discussão é, a partir do entendimento de patrimônio como campo de ação multidisciplinar, discutir o papel e a contribuição do historiador para a prática da ação patrimonial na atualidade. O ponto de partida para as conclusões a que chegou este artigo foi um estudo sobre a atuação de uma equipe de trabalho multidisciplinar reunida para formatar e realizar a restauração de um bem cultural complexo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-01-18

Como Citar

Vargas, P. R. N. F. (2013). &lt;b&gt;O uso do conceito de relação patrimonial nos estudos sobre representações do patrimônio: entre o objeto e o processo de patrimonialização&lt;/b&gt;. Historiæ, 3(3), 113–136. Recuperado de https://periodicos.furg.br/hist/article/view/3264

Edição

Seção

Dossiê