PERFIL DE SENSIBILIDADE AO TRICLOSAN DE ISOLADOS CLÍNICOS DE <i>MYCOBACTERIUM TUBERCULOSIS</i> RESISTENTES A ISONIAZIDA

Autores

  • Daiane Porto Gautério
  • Marta Osório Ribeiro
  • Andrea Von Groll
  • Márcia Silva
  • Daniela Fernandes Ramos
  • Maria Lucia Rossetti
  • Carlos James Scaini
  • Pedro Eduardo Almeida da Silva

DOI:

https://doi.org/10.14295/vittalle.v20i1.952

Palavras-chave:

resistência aos antimicrobianos, <i>Mycobacterium tuberculosis</i>, triclosan, isoniazida, resistance, isoniazid.

Resumo

Triclosan é um biocida amplamente utilizado na comunidade e nos hospitais. Um dos alvos do triclosan é uma enoil-redutase que está presente no Mycobacterium tuberculosis, sendo também o principal alvo da isoniazida (INH), um importante fármaco utilizado para o tratamento da tuberculose. O uso de biocidas que compartilham alvos similares com antimicrobianos de uso humano podem gerar resistência cruzada com estes e devem ter o seu uso criteriosamente avaliado. Neste estudo, determinou-se a concentração mínima inibitória (CMI) do triclosan e INH para 46 isolados clínicos de M. tuberculosis previamente identificados como resistentes a INH, tendo sido observados altos níveis de resistência para INH e sensibilidade ao triclosan para todas as cepas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daiane Porto Gautério

Atualmente é enfermeira.

Mais informações: Currículo Lattes

Marta Osório Ribeiro

Atualmente é Farmacêutica Bioquímica da Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde, possui mestrado em Ciências da Saude pelo Curso de Pós-Graduação em Clínica Médica.

Mais informações: Currículo Lattes

Andrea Von Groll

Atualmente está realizando doutorado em Microbiologia, possui mestrado em Ciências Veterinárias pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS.

Mais informações: Currículo Lattes

Márcia Silva

Atualmente desenvolve pesquisa em modulação de canais iônicos na diferenciação celular "in vitro", possui doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Molecular) pela Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP.

Mais informações: Currículo Lattes

Daniela Fernandes Ramos

Atualmente faz doutorado em Biotecnologia na Universidade Federal de Pelotas, possui mestrado em Ciências da Saude pelaUniversidade Federal do Rio Grande, FURG.

Mais informações: Currículo Lattes

Maria Lucia Rossetti

Atualmente é pesquisadora do Centro de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CDCT (Fundação Estadual de Produção e Pesquisa Em Saúde- Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul), possui pós-doutorado pela Azienda Ospedaliera Careggi-Firenze.

Mais informações: Currículo Lattes

Carlos James Scaini

Professor Adjunto IV da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), atua na graduação (Medicina, Enfermagem e Ciências Biológicas), Coordenador Substituto do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde (Mestrado) - FURG; Coordenador do Curso de Especialização em Agentes Infecto-Parasitários FURG e colaborador do Mestrado em Parasitologia - UFPel, possui doutorado em Biotecnologia pela Universidade Federal de Pelotas, UFPEL,

Mais informações: Currículo Lattes

Pedro Eduardo Almeida da Silva

Professor Adjunto IV da Universidade Federal do Rio Grande. Orientador de Mestrado e Doutorado, possui pós-doutorado pelo Instituto de Medicina Tropical da Antuerpia.

Mais informações: Currículo Lattes

Downloads

Publicado

2009-08-07

Como Citar

Gautério, D. P., Ribeiro, M. O., Von Groll, A., Silva, M., Ramos, D. F., Rossetti, M. L., Scaini, C. J., & Silva, P. E. A. da. (2009). PERFIL DE SENSIBILIDADE AO TRICLOSAN DE ISOLADOS CLÍNICOS DE &lt;i&gt;MYCOBACTERIUM TUBERCULOSIS&lt;/i&gt; RESISTENTES A ISONIAZIDA. VITTALLE - Revista De Ciências Da Saúde, 20(1), 99–106. https://doi.org/10.14295/vittalle.v20i1.952

Edição

Seção

Artigos