Incidência da Doença Meningocócica no Rio Grande do Sul entre 2014 a 2018

Adriana Heuert, Ana Lise Barbosa Soares, Marcelle Moura Silveira

Resumo


A doença meningocócica é uma doença infecciosa aguda associada à altas taxas de letalidade e morbidade. Em 2010, o Brasil foi o primeiro país da América Latina a introduzir a vacina contra meningite C no Programa Nacional de Imunização e apesar dos números de casos associados à doença terem reduzido significativamente em crianças menores de 2 anos de idade, público alvo da campanha de vacinação, os sorogrupos C e B ainda são os mais prevalentes no Brasil. O objetivo deste trabalho foi avaliar a incidência dos sorogrupos associados à doença meningocócica no Rio Grande do Sul. Os dados referentes à doença durante o período de 2014 a 2018 foram coletados do Sistema Nacional de Agravos de Notificação. Nossos resultados demonstraram pela primeira vez que no Rio Grande do Sul o sorogrupo Y é o responsável pela maior incidência da doença meningocócica.

Palavras-chave


Sorogrupo Y; Rio Grande do Sul; Neisseria meningitidis

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/vittalle.v32i1.9421

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Indexadores

PROPESQ

Indexadores

PROPESQ

Indexadores

PROPESQ

Indexadores

PROPESQ

Indexadores

PROPESQ

Indexadores

PROPESQ