A prática clínica em fitoterapia magistral: uma experiência interprofissional da Associação Brasileira de Fitoterapia

Maria Angélica Fiut, Gabriela Deutsch, Liziene Arruda, Deborah Marques, Paulo Henrique Leda, Alex Botsaris, Antonio Carlos Seixlack

Resumo


Este artigo tem o objetivo de relatar a experiência interprofissional da prática clínica ambulatorial em fitoterapia magistral realizada pela Associação Brasileira de Fitoterapia (ABFIT) no Hospital Federal do Andaraí (HFA), a qual está inserida no programa de qualificação profissional desta associação. Trata-se de um estudo que incorpora relatos de experiência e levantamentos bibliográficos para a produção de dados. A prática clínica ambulatorial aqui relatada tem como base teórica a combinação de elementos médicos tradicionais e conhecimentos técnicos-científicos, em especial da Medicina Tradicional Chinesa. A integração desses fundamentos possibilita que a prescrição da fitoterapia seja executada através da associação de extratos vegetais em formulações magistrais que atendem à demanda individual do usuário. Esta abordagem permite ao aluno reunir indicações farmacológicas e tradicionais, proporcionando como resultado a maior eficácia do tratamento. Acredita-se que a experiência da ABFIT possa fornecer subsídios para o desenvolvimento de um modelo de atenção em saúde inovador no campo das Práticas Integrativas Complementares (PICs).

Palavras-chave


Praticas Integrativas e Complementares, Fitoterapia, Qualificação profissional

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/vittalle.v30i1.7425

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Indexadores

PROPESQ

Indexadores

PROPESQ

Indexadores

PROPESQ

Indexadores

PROPESQ

Indexadores

PROPESQ

Indexadores

PROPESQ