HEALTHCARE PROFESSIONALS TRAINING ON PALLIATIVE CARE: A BRAZILIAN PERSPECTIVE

Autores

  • Camila Oliveira Ribeiro Universidade Federal de São João Del-Rei
  • Thiago Reis Santos Universidade Federal de São João Del-Rei
  • Thaís Lorenna Souza Sales Universidade Federal de São João Del-Rei
  • Jéssica Cunha da Trindade Universidade Federal de São João Del-Rei
  • Simone Melo Souza Universidade Federal de São João Del-Rei
  • Maria Cecília Carvalho Caetano Universidade Federal de São João Del-Rei
  • Juliana Apolônio Martins Universidade Federal de São João Del-Rei
  • Alexandre Ernesto Silva Universidade Federal de São João Del-Rei
  • André de Oliveira Baldoni Universidade Federal de São João Del-Rei
  • Lorena Rocha Ayres Universidade Federal do Espírito Santo
  • Mariana Linhares Pereira Universidade Federal de São João Del-Rei
  • Cristina Sanches Universidade Federal de São João Del-Rei

DOI:

https://doi.org/10.14295/vittalle.v29i1.6682

Palavras-chave:

Cuidados Paliativos. Educação em Saúde. Morte. / Palliative care. Education in health. Death.

Resumo

RESUMO No Brasil, os cuidados paliativos têm mostrado um crescimento significativo pela consolidação dos serviços estabelecidos anteriormente, fundação de centros especializados e desenvolvimento do tema nas universidades. Desta forma, este trabalho tem como objetivo avaliar a formação de cursos de bacharel em enfermagem, farmácia e medicina e a compreensão dos alunos sobre cuidados paliativos. Trata-se de um estudo transversal, utilizando-se análise descritiva e exploratória dos cursos e uma pesquisa composta por 30 questões nominais para avaliar as percepções dos estudantes de saúde sobre estarem preparados para lidar com esses pacientes. Os cuidados paliativos são pouco abordados nos cursos de saúde, principalmente nos currículos de farmácia quando comparados a outros cursos. O conhecimento dos alunos sobre cuidados paliativos e tratamento da dor foi notoriamente baixo, além do despreparo para lidar com o sofrimento e a morte. Apenas 20,54% dos alunos se sentiram preparados para trabalhar com pacientes em cuidados paliativos. Finalmente, é possível verificar a falta de treinamento adequado e confiança para prestar assistência a esses pacientes. ABSTRACT In Brazil, palliative care has shown a significant growth by consolidation of the previous established services, foundation of specialized centers and development of the subject in universities. In this way, this work aims to evaluate the formation of bachelor courses in nursing, pharmacy and medicine and the comprehension of students about palliative care. This is a cross sectional study, using descriptive and exploratory analysis of the courses and a survey comprised by 30 nominal questions to evaluate health students perceptions about being prepared to deal with those patients. The palliative care is little adressed in health courses, mainly in pharmacy curricula when compared to other courses. Student’s knowledge on palliative care and pain management was notoriously low, in addition to the unpreparedness to deal with suffer and death. Only 20.54% of the students felt prepared to work with patients in palliative care. Finally, it is possible to verify the lack of proper training and confidence to provide assistance to these patients.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-07-10

Como Citar

Ribeiro, C. O., Santos, T. R., Sales, T. L. S., da Trindade, J. C., Souza, S. M., Caetano, M. C. C., Martins, J. A., Silva, A. E., Baldoni, A. de O., Ayres, L. R., Pereira, M. L., & Sanches, C. (2017). HEALTHCARE PROFESSIONALS TRAINING ON PALLIATIVE CARE: A BRAZILIAN PERSPECTIVE. VITTALLE - Revista De Ciências Da Saúde, 29(1), 12–21. https://doi.org/10.14295/vittalle.v29i1.6682

Edição

Seção

Artigos