POLINEUROPATIA EM INDIVÍDUOS INFECTADOS PELO VÍRUS DA IMUNODEFICIÊNCIA HUMANA (HIV)

Autores

  • Claudio Moss da Silva

Palavras-chave:

HIV, AIDS, polineuropatia, HTLV, HCV.

Resumo

Os avanços no tratamento da infecção pelo HIV tem resultado em uma maior longevidade dos pacientes e como conseqüência, o espectro de apresentações clínicas tem sofrido modificações nessa população. A polineuropatia tem assumido destaque e é hoje a manifestação neurológica mais comum. O reconhecimento precoce desta e de outras condições clinicamente similares pode resultar em estratégias de tratamento individualizadas. A identificação e controle dos fatores de risco modificáveis, associado a um tratamento adequado dos sintomas, são elementos fundamentais para a melhora da qualidade de vida dos pacientes. Nesta revisão apresentam-se os aspectos mais relevantes relativos à apresentação clínica, fatores de risco e aspectos terapêuticos da polineuropatia em pacientes infectados pelo HIV.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudio Moss da Silva

Médico, especialista em Clínica Médica e Infectologia Mestre em Ciências da Saúde – FURG Professor Assistente da Faculdade de Medicina – FURG

Downloads

Publicado

2013-11-22

Como Citar

Moss da Silva, C. (2013). POLINEUROPATIA EM INDIVÍDUOS INFECTADOS PELO VÍRUS DA IMUNODEFICIÊNCIA HUMANA (HIV). VITTALLE - Revista De Ciências Da Saúde, 23(1), 57–66. Recuperado de https://periodicos.furg.br/vittalle/article/view/1890

Edição

Seção

Revisão