<b>Gestão do conhecimento: o caso do centro oftalmológico de diagnose e terapêutica.</b>

Autores

  • Kelly Cristina Benetti Tonani Tosta
  • Marcos Lopez Baptista Dalmau
  • Patricia de Sá Freire
  • Andressa Sasaki Vasques Pacheco

Palavras-chave:

Gestão do conhecimento, Conhecimento, Centro de Estudos.

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar e discutir de que forma a gestão do conhecimento está sendo encaminhado em um Centro Oftalmológico de Diagnose e Terapêutica. Para tanto se utilizou o modelo de construção do conhecimento proposto por Nonaka e Takeuchi e a abordagem dos pilares de Probst et. al. Realizou-se pesquisa descritiva, qualitativa mediante entrevista e análise documental, e estudo de caso. A análise de dados foi feita através do estabelecimento de relações entre a análise documental, as informações obtidas nas entrevistas e a observação dos pesquisadores, estabelecendo relações com a teoria. Percebeu-se que a empresa se preocupa em fortalecer os pilares da criação do conhecimento organizacional desde a promoção da socialização como a edição de livro de oftalmologia geral e manutenção de Centro de Estudos em Oftalmologia para a educação continuada. Conclui-se que o CODT possui características culturas facilitadoras da gestão do conhecimento, porém, falta o empenho necessário para que a gestão do conhecimento seja implantada de fato.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-06-28

Como Citar

Tosta, K. C. B. T., Dalmau, M. L. B., Freire, P. de S., & Pacheco, A. S. V. (2011). &lt;b&gt;Gestão do conhecimento: o caso do centro oftalmológico de diagnose e terapêutica.&lt;/b&gt;. SINERGIA - Revista Do Instituto De Ciências Econômicas, Administrativas E Contábeis, 13(3), 9–16. Recuperado de https://periodicos.furg.br/sinergia/article/view/1006

Edição

Seção

Artigos