REPRESENTAÇÕES DE EDUCADORES SOCIAIS SOBRE A EDUCAÇÃO NÃO ESCOLAR

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14295/rds.v21i2.11327

Palavras-chave:

Educação, Educação não-escolar, Educação integral, Professores

Resumo

O presente estudo trata dos processos educativos que ocorrem em instituições de ensino não escolares e teve como objetivos compreender como se organizam os projetos pedagógicos e atividades desenvolvidas nesses espaços de educação e compreender as representações que educadores constroem acerca da educação não escolar. Para tanto, realizamos um estudo descritivo por meio de observações, diários de campo e questionários com educadores sociais em duas instituições de Porto Alegre. Assim, compreendemos as particularidades desses locais de educação não escolar. São espaços que ofertam uma diversidade de oficinas, buscam complementar o ensino escolar, além de acolher as crianças e suas famílias. Apesar da singularidade das instituições de educação não escolar, encontra-se uma certa aproximação com a organização e ações das escolas regulares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Caroline Silva Pinheiro, ESEFID/UFRGS

Licenciada em Educação Física/UFRGS

Elisandro Schultz Wittizorecki, ESEFID/UFRGS

Doutor em Ciências do Movimento Humano. Professor de Graduação e Pós-Graduação na ESEFID/UFRGS

Downloads

Publicado

2020-08-07

Como Citar

Pinheiro, C. S., & Wittizorecki, E. S. (2020). REPRESENTAÇÕES DE EDUCADORES SOCIAIS SOBRE A EDUCAÇÃO NÃO ESCOLAR. Revista Didática Sistêmica, 21(2), 45–59. https://doi.org/10.14295/rds.v21i2.11327

Edição

Seção

Artigos