RIPE, F. Sobre o “funesto hábito” da masturbação infantil: uma análise discursiva da vigilância, perseguição e dos mecanismos de controle das práticas onanistas em dois manuais médicos publicados no Brasil, Século XIX. Revista Brasileira de História & Ciências Sociais, [S. l.], v. 14, n. 28, p. 352–383, 2022. DOI: 10.14295/rbhcs.v14i28.13965. Disponível em: https://periodicos.furg.br/rbhcs/article/view/13965. Acesso em: 5 dez. 2022.