<b>Professoras & artistas: trajetórias do gênero a partir dos relatos orais de alunas e professoras do Conservatório de Música de Rio Grande</b>

Autores

  • Gianne Zanella Atallah Prefeitura Municipal do Rio Grande - SMEC

Palavras-chave:

Música. Mulher. Positivismo. Conservatório de Música de Rio Grande.

Resumo

O referido artigo pretende identificar as formas de representação das mulheres musicistas, a partir das memórias das Alunas e Professoras do Conservatório de Música de Rio Grande, destacando duas categorias de representação: as Professoras e as Artistas. Tomou-se como recorte temporal do trabalho a década de 1940 até a primeira metade de 1950, tendo em vista o período de atuação das mulheres entrevistadas dentro do Conservatório de Música de Rio Grande. A partir das entrevistas orais, buscou-se identificar as influências familiares, a motivação para o estudo da música, a construção da carreira profissional e a dicotomia entre o ser concertista e o ser professora. Além de perceber a representação direta que possuem cada um destes papéis, identificamos o processo de conquista do espaço musical pelas mulheres, configurando o Conservatório de Música de Rio Grande como importante espaço de atuação feminina na esfera pública.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-05-03

Como Citar

Atallah, G. Z. (2012). &lt;b&gt;Professoras &amp; artistas: trajetórias do gênero a partir dos relatos orais de alunas e professoras do Conservatório de Música de Rio Grande&lt;/b&gt;. Historiæ, 3(2), 35–59. Recuperado de https://periodicos.furg.br/hist/article/view/3158

Edição

Seção

Dossiê