<b>Da filantropia à caridade: a atuação de duas mulheres na educação de meninas pobres (1901 a 1971)</b>

Autores

  • Jeane dos Santos Caldeira Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Pelotas
  • Giana Lange do Amaral Professora do Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Pelotas. Pesquisadora CNPQ/PQ2.

Palavras-chave:

Asilo de órfãs. História das instituições educacionais. Educação de meninas.

Resumo

O presente texto decorre de um estudo mais amplo no âmbito da História da Educação, mais precisamente da História das Instituições Educacionais. Neste busca-se evidenciar a atuação de Luciana Lealdina de Araújo e Irmã Hilária de Souza em uma Instituição da cidade de Pelotas, o Asilo de Órfãs São Benedito, atual Instituto São Benedito, fundado no início do século XX, com o objetivo de amparar e instruir meninas carentes da cidade e região. Destaca-se que Luciana, conhecida carinhosamente por “Mãe Preta” teve sua atuação na instituição com características filantrópicas, já a Irmã Hilária, cujo nome de batismo é Ana Paulina de Souza, teve sua atuação voltada à caridade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jeane dos Santos Caldeira, Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Pelotas

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Pelotas – UFPel, atuando na linha de pesquisa Filosofia e História da Educação. Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Pelotas. É membro do Grupo de Pesquisa Centro de Estudos e Investigações em História da Educação (CEIHE). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em História da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: História da Educação, História das Instituições Educacionais.

Giana Lange do Amaral, Professora do Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Pelotas. Pesquisadora CNPQ/PQ2.

Possui mestrado em Educação pela Universidade Federal de Pelotas e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de Pelotas, bolsista produtividade CNPQ, trabalhando no Curso de Pedagogia e no Programa de Pós-Graduação em Educação, na linha Filosofia e História da Educação, com orientação no Mestrado e no Doutorado. É coordenadora do CEIHE (Centro de Estudos e Investigações em História da Educação) e do NUPRAC/CEVAL (Núcleo de Praticas Complementares ao Ensino Regular no Loteamento CEVAL, Pelotas).

Downloads

Publicado

2012-05-03

Como Citar

Caldeira, J. dos S., & do Amaral, G. L. (2012). &lt;b&gt;Da filantropia à caridade: a atuação de duas mulheres na educação de meninas pobres (1901 a 1971)&lt;/b&gt;. Historiæ, 3(2), 116–131. Recuperado de https://periodicos.furg.br/hist/article/view/2982

Edição

Seção

Dossiê