<b>Intelectuais na imprensa: críticas ao autoritarismo nos artigos de Sérgio Buarque de Holanda e Assis Chateaubriand (1929-1932)</b>

Autores

  • Júlia Silveira Matos

Palavras-chave:

Imprensa. Intelectuais. Governo Vargas.

Resumo

Sérgio Buarque de Holanda e Assis Chateaubriand, em editoriais e artigos jornalísticos, afirmaram que nosso aparato político-administrativo era ineficiente em consequência da primazia do privado sobre o público e da institucionalização das práticas personalistas como instrumento de governo. Mais ainda, que a trama de privilégios e dependências por elas estabelecida fortaleciam o governo, que não somente se beneficiava dessas práticas, como também através delas exercia um poder autoritário, ditatorial e muitas vezes tirânico, o que demonstraremos no presente artigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlia Silveira Matos

Professora de História Moderna e de Teoria e metodologia da História dos cursos de História da Universidade Federal do Rio Grande.

Downloads

Publicado

2012-06-01

Como Citar

Matos, J. S. (2012). &lt;b&gt;Intelectuais na imprensa: críticas ao autoritarismo nos artigos de Sérgio Buarque de Holanda e Assis Chateaubriand (1929-1932)&lt;/b&gt;. Historiæ, 2(3), 83–104. Recuperado de https://periodicos.furg.br/hist/article/view/2612

Edição

Seção

Dossiê