<b>Escola de Artes <i>Echo</i> Americano: cultura e representações artísticas através das páginas de um jornal</b>

Autores

  • Clarisse Ismério

Palavras-chave:

Jornal. Cultura. Discursos visuais.

Resumo

O Echo Americano foi um jornal ilustrado que circulou entre os anos de 1871 e 1872. Atualmente, faz parte do Acervo de Jornais Raros do Museu de Comunicação Social Hipólito José da Costa. O objetivo dos articulistas do periódico era promover a modernização do Brasil no II Império por meio de um projeto civilizador, no qual era difundido um conjunto de práticas e condutas sociais visando a uma reprodução da tecnologia e da cultura europeia. A meta era modernizar, educar e redefinir a corte brasileira sob a orientação de dois modelos: dos ingleses deveríamos copiar o progresso industrial, comercial e científico; e da França, a cultura, as artes e o estilo cortesão. Apesar dos atrasos, o Brasil era visto pelos articulistas do jornal como o Império do Futuro. Essa visão ufanista era justificada por intermédio da natureza brasileira, das riquezas naturais e do gosto pelo belo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clarisse Ismério

Doutorado em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. PUCRS. Atualmente é professora e pesquisadora da Universidade da Região da Campanha (URCAMP), das disciplinas História da Educação (Curso de Pedagogia - CCECA); Economia Brasileira (Curso de Administração/Contabilidade - CCEI)

Downloads

Publicado

2012-06-01

Como Citar

Ismério, C. (2012). &lt;b&gt;Escola de Artes &lt;i&gt;Echo&lt;/i&gt; Americano: cultura e representações artísticas através das páginas de um jornal&lt;/b&gt;. Historiæ, 2(3), 35–50. Recuperado de https://periodicos.furg.br/hist/article/view/2609

Edição

Seção

Dossiê