<b>História oral como fonte: problemas e métodos</b>

Autores

  • Júlia Silveira Matos
  • Adriana Kivanski de Senna

Palavras-chave:

História oral. Métodos. Fontes.

Resumo

A fonte oral pode acrescentar uma dimensão viva, trazendo novas perspectivas à historiografia, pois o historiador, muitas vezes, necessita de documentos variados, não apenas os escritos. Vale mostrar aqui a evolução de uma prática importante que compõe parte da historiografia contemporânea. Assim, o objetivo deste trabalho é esclarecer algumas dúvidas acerca do uso da oralidade como fonte e trazer a visão e as vantagens descritas por alguns historiadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlia Silveira Matos

Professora de História Moderna e de Teoria e metodologia da História dos cursos de História da Universidade Federal do Rio Grande.

Adriana Kivanski de Senna

Doutorado em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUC. Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal do Rio Grande, Membro de corpo editorial da Pensar a História Sul-Rio-Grandense e Membro de corpo editorial do Periódico Historiae.

Downloads

Como Citar

Matos, J. S., & Senna, A. K. de. (2011). &lt;b&gt;História oral como fonte: problemas e métodos&lt;/b&gt;. Historiæ, 2(1), 95–108. Recuperado de https://periodicos.furg.br/hist/article/view/2395

Edição

Seção

Dossiê