<b>Novos olhares sobre a infância: a valorização da criança e o desenvolvimento da pediatria</b>

Autores

  • Clarisse Ismério
  • Cleuza Maria Roveda Boelter

Palavras-chave:

Criança. Medicina. Política sanitarista. Higienistas.

Resumo

O presente artigo tem como proposta destacar o papel da criança na história e quando passou a ser "vista" como é hoje, como um ser único que necessita de cuidados específicos. Fontes históricas que permitiram traçar a questão da criança no Brasil e Rio Grande do Sul salientam a taxa de mortalidade, as principais doenças às quais estavam expostas as crianças abandonadas, a postura dos médicos frente à infância e os discursos de conscientização das mães para cuidar da higiene e alimentar adequadamente os filhos. Através da política sanitarista a criança passou a ser objeto do desenvolvimento e da prática médica, resultando em uma nova área de especialização – a pediatria, bem como todo um o corpo teórico respectivo. A passagem da criança de uma posição inferior para um lugar de destaque na sociedade do mundo contemporâneo foi resultante do saber científico, que viu nos pequenos a possibilidade de melhorias significativas para a saúde do adulto do futuro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clarisse Ismério

Doutorado em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. PUCRS. Atualmente é professora e pesquisadora da Universidade da Região da Campanha (URCAMP), das disciplinas História da Educação (Curso de Pedagogia - CCECA); Economia Brasileira (Curso de Administração/Contabilidade - CCEI)

Cleuza Maria Roveda Boelter

Especialização em Sociologia do Desenvolvimento pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS. Atualmente é professora adjunta da Universidade Luterana do Brasil e Coord. do Curso Superior de Ciências Sociais da Universidade Luterana do Brasil. Doutorado em andamento em Antigüedad Y Humanismo Penetración de Las Corrient.

Downloads

Como Citar

Ismério, C., & Boelter, C. M. R. (2011). &lt;b&gt;Novos olhares sobre a infância: a valorização da criança e o desenvolvimento da pediatria&lt;/b&gt;. Historiæ, 1(3), 59–76. Recuperado de https://periodicos.furg.br/hist/article/view/2377

Edição

Seção

Artigos