<b>Isca viva, pesca melhor: escritas íntimas, tempo e lugares da memória</b>

Autores

  • Margaret Marchiori Bakos

Palavras-chave:

História. Escrita. Memória.

Resumo

As escritas de si por e para pessoas comuns vêm atraindo um número tão grande de leitores que acabaram por virar moda. Essas práticas são tão antigas quanto a invenção da escrita, mas vêm sendo atualizadas como metodologia de ensino-aprendizagem para o ofício do historiador. O presente texto fala de experiências de busca e encontro de documentos e da análise e construção de textos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Margaret Marchiori Bakos

Pós-Doutorado University College London (1988/89). Atualmente é prof. do Programa de Pós-Graduação em História da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS).

Downloads

Publicado

2011-12-20

Como Citar

Bakos, M. M. (2011). &lt;b&gt;Isca viva, pesca melhor: escritas íntimas, tempo e lugares da memória&lt;/b&gt;. Historiæ, 1(1), 103–112. Recuperado de https://periodicos.furg.br/hist/article/view/2360

Edição

Seção

Artigos