Autoritarismo e desenvolvimento no Brasil

Luciano Aronne Abreu

Resumo


A Era Vargas, especialmente o período do Estado Novo, é tida por nossa historiografia mais tradicional como importante marco no processo de construção de um "novo Brasil", urbano-industrial, em oposição ao "antigo Brasil", agrário-exportador. De um lado, esse período se caracterizaria pelo autoritarismo, centralismo e nacionalismo político do regime varguista; de outro, por uma política de planejamento econômico e pelo estímulo à industrialização. Deve-se observar, porém, que essa visão se aproxima daquela construída pelo próprio regime a seu respeito, com base no pensamento de intelectuais como, por exemplo, Oliveira Viana e Azevedo Amaral. O primeiro influiria especialmente na definição e legitimação política do regime, enquanto o segundo enfatizaria as questões ligadas ao desenvolvimento e planejamento econômico. Analisar estas questões se constitui no objetivo deste estudo.

Palavras-chave


Estado Novo. Autoritarismo. Desenvolvimento. Oliveira Viana. Azevedo Amaral.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Historiæ, ISSN 1519-8502, E-ISSN 2238-5541, Rio Grande/RS, Brasil