<b>Degradação e crise das tradições políticas no século XVII: a invenção dos direitos naturais</b>

Autores

  • Marcos Antônio Lopes

Palavras-chave:

Direitos naturais. Poder político. Dessacralização da História.

Resumo

A “invenção” dos direitos naturais foi obra desenvolvida ao longo do século XVII. A poderosa crítica filosófica dirigida contra as tradições consagradas por séculos de história esteve ligada ao cenário intelectual no qual atuaram pensadores inventivos como Hobbes, Locke e Spinoza. Na esfera da política eles promoveram a substituição do direito divino dos reis por concepções dessacralizantes da sociedade. Agindo assim demonstraram que as afirmações teológicas e religiosas, até então concebidas como a vontade de Deus, não passavam de criações humanas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Antônio Lopes

Pós-Doutorado em História pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho de São Paulo - USP. Atualmente é professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Estadual de Londrina.

Downloads

Publicado

2011-12-20

Como Citar

Lopes, M. A. (2011). &lt;b&gt;Degradação e crise das tradições políticas no século XVII: a invenção dos direitos naturais&lt;/b&gt;. Historiæ, 1(3), 17–27. Recuperado de https://periodicos.furg.br/hist/article/view/2346

Edição

Seção

Artigos