Patrimônio, turismo e fronteira:

o projeto Jaguar em Jaguarão/RS

Autores

Resumo

Este artigo tem por objetivo apresentar o estudo de caso de um projeto de revitalização do patrimônio cultural realizado na década de 1980 na cidade de Jaguarão, denominado de Projeto Jaguar. Este projeto foi desenvolvido por dois estudantes de arquitetura oriundos da cidade de Jaguarão, a época estudando na cidade de Porto Alegre, tendo por escopo realizar um levantamento dos bens arquitetônicos considerados históricos para que pudessem ser objetos de reconhecimento pela comunidade, através de ações de conscientização como palestras, festivais de música e apresentação de projetos junto ao governo municipal. Tinham como pressuposto que a localização privilegiada da cidade de Jaguarão na fronteira com o Uruguai, poderia servir de estímulo ao turismo, tendo como base seu patrimônio edificado. A partir das premissas dos idealizadores deste projeto e suas ações desenvolvidas na comunidade, se procurou analisar a relação entre o patrimônio, turismo e a fronteira como paradigmas de desenvolvimento em uma pequena cidade com baixos índices de crescimento econômico.

Palavras-chave: Jaguarão, Patrimônio, Turismo, Projeto Jaguar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre dos Santos Villas Bôas, Universidade Federal do Pampa

Historiador

Downloads

Publicado

2021-07-01

Como Citar

Villas Bôas, A. dos S. (2021). Patrimônio, turismo e fronteira: : o projeto Jaguar em Jaguarão/RS . Historiæ, 12(1), 193–213. Recuperado de https://periodicos.furg.br/hist/article/view/12402