Rosa luxemburgo e a rememoração dos 40 anos do ciclo de greves docentes no Estado do Rio de Janeiro: algumas aproximações

Marcia Soares de Alvarenga

Resumo


O artigo propõe aproximar o evento memorativo do centenário de cárcere
e assassinato de Rosa Luxemburgo no ano de 1919 com os 40 anos do
ciclo de movimentos de greves organizadas pelos docentes da rede
pública estadual do Rio de Janeiro, no ano de 2019. Apoiado nas
contribuições de Rosa Luxemburgo Greve de massas, partido e
sindicatos, o artigo sugere uma análise sobre a situação concreta das
greves docentes da rede pública estadual do Rio de Janeiro deflagradas
no período de março a agosto de 1979. Para tanto, recorreu-se a fontes
bibliográficas oriundas de pesquisas dedicadas a análise do movimento
de greve do contexto da década de 70. Conclui-se que a experiência das
greves docentes constitui vigoroso repertório na luta contra as velhas e
novas opressões em curso no Brasil contemporâneo.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Historiæ, ISSN 1519-8502, E-ISSN 2238-5541, Rio Grande/RS, Brasil