A EDUCAÇÃO POPULAR COMO PERSPECTIVA EDUCACIONAL DO SEMINÁRIO DAS MULHERES DO CAMPO, DAS ÁGUAS, DAS FLORESTAS E CIDADES DA FURG – CAMPUS SÃO LOURENÇO DO SUL.

Ana Paula Grellert

Resumo


O presente trabalho pretende dialogar sobre o histórico do Seminário das mulheres do campo, das águas, florestas e cidades que recentemente teve sua quarta edição realizada no Campus da FURG São Lourenço do Sul. A metodologia adotada para realização deste trabalho foi a pesquisa bibiográfica, e também a narrativa da autora como integrante da constituição da proposta da referida ação extencionista da FURG. Destaca a concepção de Educação Popular na perspectiva de Paulo Freire como fio condutor das discussões e como fundamento das práticas advindas do Seminário das mulheres do campo, das águas, florestas e cidades. Apresenta o Campus São Lourenço do Sul como um espaço acadêmico da FURG protagoniza esta ação extencionista. Nas conclusões, reafirmamos a importância do referido evento para a formação dos diferentes sujeitos, ressaltando a necessária articulação com os diferentes atores e a Universidade, de maneira que esta possa cumprir com seu compromisso social.


Texto completo:

PDF

Referências


FREIRE, Paulo. Cartas à Guiné-Bissau: registros de uma experiência em processo. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.

____________ .Educação como pratica de liberdade. São Paulo: Paz e Terra, 2014.

____________.Extensão ou Comunicação? Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

____________.Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011.

____________.Ação Cultural para a Liberdade e outros escritos. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981.

____________.Conscientização: Teoria e prática da libertação - uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. São Paulo: Cortez e Moraes, 1980.




DOI: https://doi.org/10.14295/de.v7iEspecial.9484

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


E-ISSN: 2358-8853

Indexadores
  

PROPESQ

PROPESQ

PROPESQ PROPESQ PROPESQ