Urbanização e modificações no córrego independência, Juiz de Fora/MG

Pedro José de Oliveira Machado

Resumo


O processo de urbanização traz impactos severos aos recursos hídricos. Esse fato, comum às cidades brasileiras, também é observado em Juiz de Fora/MG. O ônus para acomodar seus 555.284 habitantes (2015) é pago pela degradação da qualidade das águas e substancial alteração da dinâmica de seus canais fluviais. Através do projeto de pesquisa “Cartografia histórica das águas urbanas de Juiz de Fora”, temos estudado o processo de urbanização local e as modificações geradas na estrutura e conformação dos rios urbanos. Aqui são apresentadas as transformações ocorridas no Córrego Independência, que corta a área de urbanização mais consolidada da cidade e que teve seu curso quase totalmente canalizado. A pesquisa identifica e localiza as alterações ocorridas nesse córrego, a partir de cartas 1/100.000, 1/50.000, imagens aéreas, de 1968 e 1975, e imagens do Google Earth 2015.

 

Palavras-chave: Urbanização; Ordenamento territorial; Alterações dos canais fluviais;


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rev. CaderNAU - Cadernos do Núcleo de Análises Urbanas. E-ISSN 2525-7994, ISSN 1982-2642 Rio Grande, Brasil.