Médias cidades, grandes problemas: as facetas do uso e apropriação do solo urbano em Sobral/CE

Juscelino Gomes Lima

Resumo


A presente comunicação objetiva discutir o fortalecimento da especulação imobiliária e a promoção da desigualdade socioespacial na cidade de Sobral, a partir da atuação de dois principais agentes modeladores do espaço urbano: os promotores imobiliários e o Estado. Com pretensão ao alcance deste objetivo, além de um aporte teórico local já materializado por (RODRIGUES; HOLANDA, 2012; ASSIS, 2010; MARIA JUNIOR; HOLANDA, 2010), a discussão e resultados da pesquisa é complementada por análises documentais junto à prefeitura e empresas imobiliárias e sujeitos envolvidos em tal dinâmica. O arremate teórico da pesquisa é possibilitado com a prática empírica, via visitação/investigação in loco. A promoção desta discussão revela não só um novo conteúdo urbano que vem sobrepondo-se às cidades médias, particularmente, as sertanejas cearenses, como evidencia diferentes impactações sobre sua população. Nessa possibilidade, a cidade Sobral, notadamente, o uso e apropriação de seu solo urbano é fortemente transformado e organizado por uma dinâmica imobiliária que estreita laços com a evolução econômica da cidade, consagrando diferentes condições do acesso, uso e apropriação, via moradias e processo de urbanização, condições que evidenciam para além de seu formato urbano: também de segregações, exaltação de uma forte mercantilização de moradia da/na cidade.

Palavras-chave: Cidade média; Sobral; Solo urbano.


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rev. CaderNAU - Cadernos do Núcleo de Análises Urbanas. E-ISSN 2525-7994, ISSN 1982-2642 Rio Grande, Brasil.