A gênese e o desenvolvimento das indústrias de plástico no sul de Santa Catarina

Paulo Henrique Shlickmann

Resumo


O Sul de Santa Catarina é a 3ª região do Brasil que mais concentra indústrias de transformação de plástico. Sua gênese ocorre por volta de 1970 e está ligada ao acúmulo de capitais no interior da pequena produção mercantil. Em meados da década de 1990, apesar da crise imposta pelo modelo neoliberal de FHC, foi um período promissor para as empresas transformadoras da região, já que impulsionaram a produção de descartáveis (80% do produto consumido no Brasil) e embalagens flexíveis. Juntamente com as empresas líderes (Incoplast, Canguru e Copobras) emergiram 64 novas empresas de menor porte concorrendo intensivamente, entre si, na disputa de fatias do mercado consumidor nacional. Assim sendo, este artigo é dedicado em mostrar a gênese da indústria plástica na região, bem como demonstrar os movimentos estratégicos das empresas diante ao período desfavorável da economia nacional.

Palavras-chave: Geografia Econômica; inovação; plástico

 


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rev. CaderNAU - Cadernos do Núcleo de Análises Urbanas. E-ISSN 2525-7994, ISSN 1982-2642 Rio Grande, Brasil.