Dinâmica e espacialização das exportações de madeira do Brasil

Marinez da Silva Mazzochin

Resumo


Os estudos geográficos da indústria são extremamente importantes para a Geografia, pois permitem analisar as várias formações e localizações e, através destas, a espacialização da produção. Buscamos tecer algumas considerações acerca das exportações brasileiras de produtos florestais, especificamente produtos madeireiros. Isso nos permite entender a localização industrial e como o tripé floresta-indústria-exportação (porto) se configura no território brasileiro. Para tal, é necessário entendermos a dinâmica do setor florestal brasileiro e mundial, onde a partir do todo temos uma visão do particular, no caso brasileiro. Os estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul possuem destaque neste segmento. Isso reforça a dinâmica da região Sul nos processos produtivos ligados à indústria e segmento agroflorestal. Considerando a diversidade da cadeia produtiva da madeira e a dinâmicas distintas de cada produto/processo, nosso recorte se limita aos plantios florestais (pinus e eucalipto) de forma geral como matérias-primas para a indústria, e a produção madeireira é entendida como o conjunto de produtos madeireiros (madeira em tora, madeira serrada, painéis de madeira, painéis reconstituídos e chapas de madeira).

Palavras-chave: indústria madeireira; produção; exportação; espacialização; dinâmica econômica


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rev. CaderNAU - Cadernos do Núcleo de Análises Urbanas. E-ISSN 2525-7994, ISSN 1982-2642 Rio Grande, Brasil.