O Brasil em campo: relações entre futebol, política e economia através da análise do jornal folha de São Paulo (1964-1970)

Patrícia Volk Schatz

Resumo


A popularidade do futebol é mundial e no caso brasileiro oferece subsídios para analises políticas, culturais, econômicas e sociais. O governo civil-militar imposto após 1964 no Brasil possibilita a observação histórica da relação entre futebol e política notadamente durante o mundial de 1970 disputado no México. Este é o foco do presente trabalho que visa a analise da apropriação social do futebol, mas que não busca uma relação direta e determinante entre futebol e política que consagraram rotulações sobre o esporte como o “ópio do povo”. O trabalho busca a analise dos governos militares do período de 1964 a 1970 com destaque para as políticas econômicas, medidas ditatoriais e para o papel da imprensa. O documento histórico utilizado para a realização deste texto é o jornal Folha de São Paulo que esclarece o uso de mecanismos como o apelo a identidade e união nacional, a exposição das condições econômicas positivas e das medidas e emendas políticas dos governos militares. Com destaque para a Copa do Mundo de 1970 e a conquista do tricampeonato brasileiro este trabalho demonstra a superação dos limites institucionais de propaganda e repressão e os aspectos de apropriação diferenciada do futebol por governantes e população em um momento de crescimento econômico e mudanças sociais.

Palavras-chave: futebol; milagre econômico; Copa do Mundo; Folha de São Paulo

 


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rev. CaderNAU - Cadernos do Núcleo de Análises Urbanas. E-ISSN 2525-7994, ISSN 1982-2642 Rio Grande, Brasil.