A evolução geomorfológica de Rio Grande: um contraste de dois tempos

Rossana Madruga Telles

Resumo


A evolução geomorfológica de Rio Grande é apresentada contrastando dois tempos: o tempo geológico e o tempo histórico. Foram necessários pelo menos 400.000 anos, ao longo dos quais sucessivas transgressões e regressões marinhas, acompanhadas de uma variada gama de processos, para que o suporte geomorfológico, onde hoje está edificada a cidade se tornasse   emerso. O povoamento deste suporte a partir do século XVIII promoveu inúmeras e profundas transformações na geomorfologia original, tanto mais rápidas quanto mais sofisticadas as técnicas utilizadas. A ação antrópica não apaga a história evolutiva natural, mas inscreve-se, simultaneamente, em uma outra escala temporal, a escala do tempo histórico.  

Palavras-chave:  geomorfologia; antropia; modificações antropogênicas; aterros


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rev. CaderNAU - Cadernos do Núcleo de Análises Urbanas. E-ISSN 2525-7994, ISSN 1982-2642 Rio Grande, Brasil.