Um lugar de resistência: processo de remoção dos moradores das barraquinhas

Adriana Lessa Cardoso

Resumo


Este estudo trata do processo de remoção dos moradores  da localidade das Barraquinhas, situada na área portuária, da cidade do Rio Grande/RS. Em 2007, vinte e duas famílias foram removidas da área,  porém seis famílias ainda permanecem no local.  Estes moradores resistiram/resistem a remoção e articulam-se em busca de orientação e assistência. Os principais agentes envolvidos neste processo são: Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM), Prefeitura Municipal do Rio Grande, Superintendência do Porto do Rio Grande, Empresa Bunge Fertilizantes e a Promotoria Pública. Este artigo mostra o processo de remoção a partir das negociações entre os moradores e os agentes envolvidos. A pesquisa  desenvolve-se através da metodologia qualitativa, tendo como principais instrumentos a observação e a realização questionários e entrevistas. A descrição do processo esta pautada pelo conflito social gerado pelo processo de organização do porto e os interesses das famílias envolvidas. 

PALAVRAS CHAVE: remoção; moradia; lugar; trabalho; pesca artesanal


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rev. CaderNAU - Cadernos do Núcleo de Análises Urbanas. E-ISSN 2525-7994, ISSN 1982-2642 Rio Grande, Brasil.