Biblioteca escolar e os usuários especiais: o profissional da informação frente ao desafio da inclusão

Maria Antonieta Ribeiro Marcolino, Cláudio Marcondes de Castro Filho

Resumo


Desde a década de 1960 defende-se internacionalmente a promoção das mesmas condições de acesso ao conhecimento e exercício da cidadania a indivíduos de diversas etnias, classes sociais, níveis de instrução, necessidades especiais e deficiências. No Brasil, a questão dos direitos das pessoas com deficiência foi enfatizada a partir da Constituição de 1988, que em seus Artigos 206 e 208 dispõe a igualdade de acesso ao ensino para todos. Sendo as bibliotecas escolares uma extensão das instituições de ensino, também as abrangem as políticas de educação inclusiva. No cenário da inclusão na biblioteca escolar, a atuação do bibliotecário é fundamental, pois esse profissional é o responsável pelo acolhimento do usuário. Este trabalho tem por objetivo fazer uma observação sobre a presença de usuários especiais na biblioteca escolar, e o profissional da informação frente às adequações necessárias com relação ao ambiente, acervo e atendimento da biblioteca escolar, de modo a promover um espaço aberto a todos. Por se tratar de uma pesquisa exploratória, foi realizada a partir de revisão bibliográfica de livros, teses, artigos e sites relacionados com o tema abordado, no intuito de analisar o ponto de vista de vários autores, principalmente das áreas de Biblioteconomia e Pedagogia, a fim de obter referencial teórico para firmar as ideias propostas por este trabalho. Conclui-se que, com o esforço e empenho do profissional da informação, as bibliotecas escolares podem estabelecer parceria com outras instituições e criar atividades para dar os primeiros passos para a construção de um ambiente inclusivo sem depender exclusivamente das iniciativas de suas mantenedoras.

Palavras-chave


Biblioteca escolar; Inclusão social; Usuário especial; Bibliotecário.

Texto completo:

PDF

Referências


BAZÍLIO, Ana Paula Matos. A inclusão social e a importância da biblioteca pública, 2011. Disponível em: . Acesso em: 02 jul. 2013.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, 1996. Disponível em: . Acesso em: 06 abr. 2013.

_____. Constituição Federal de 1988. Disponível em: . Acesso em: 02 fev. 2013.

_____. Lei nº 7.853, de 24 de outubro de 1989. Disponível em: . Acesso em: 06 abr. 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Declaração de Salamanca: sobre princípios, políticas e práticas na área das necessidades educativas especiais (1994). Disponível em: . Acesso em: 06 abr. 2013.

_____. _____. Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica, 2001. Disponível em: . Acesso em: 08 abr. 2013.

_____. _____. Programa Escola Acessível. Manual do Programa Escola Acessível, Brasília, 2011. Disponível em: . Acesso em: 20 ago. 2013.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Projeto de Lei do Plano Nacional de Educação (PNE- 2011/2020), Brasília, 2011. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2013.

CONEGLIAN, André Luís Onório; SILVA, Helen de Castro. Biblioteca inclusiva: perspectivas internacionais para o atendimento a usuários com surdez. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 7, [2006], Marília (SP). Disponível em: . Acesso em: 02 jul. 2013.

CORRÊA, Elisa Cristina Delfini; OLIVEIRA, Karina Costa de; BOURSCHEID, Laura da Rosa; SILVA, Lucélia Naside da; OLIVEIRA, Salete de. Bibliotecário escolar: um educador? Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2013.

ESTABEL, Lizandra Brasil. Capacitação de bibliotecários com limitação visual pela educação a distância em ambientes virtuais de aprendizagem. Ciência da Informação, Brasília, v. 35, n. 3, 2006.

ESTABEL, Lizandra Brasil; MORO, Eliane Lourdes da Silva; SANTAROSA, Lucila Maria Costi. BIBLIOTEC II: o bibliotecário como mediador propiciando a inclusão informacional, social, educacional e digital através da EAD. Informação & Sociedade: estudos, João Pessoa, v. 16, n. 2, p. 119-131, jul.-dez. 2006. Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2014.

FERRAREZI, Ludimila; CASTRO FILHO, Claudio Marcondes. Atuação do profissional na biblioteca escolar. In: CASTRO FILHO, Claudio Marcondes; ROMÃO, Lucília Maria Sousa. Dizeres sobre a biblioteca escolar: palavras em movimento. Ribeirão Preto: Alphabeto, 2011. p. 75- 91.

FERREIRA, Ana Fátima Berquó Carneiro; LIMA, Diana Farjala Correia. Informação especial no museu – a acessibilidade: a inclusão social da pessoa com a deficiência visual. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, Brasília, v. 4, n. 1, 2011. Disponível em: . Acesso em: 20 fev. 2014.

GABRILLI, Mara. Manual de convivência – pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, 2010. Disponível em: . Acesso em: 10 out. 2013.

IFLA. Diretrizes da IFLA/UNESCO para bibliotecas escolares. Tradução de Maria José Vitorino. IFLA, 2006.

LIMA, Cátia Cristina de; LIMA, Katianne de. A auto-imagem do bibliotecário versus a visão social: uma análise da valorização profissional. Maceió, 2009. 82f. Monografia – Universidade Federal de Alagoas. Disponível em:

LIRA, Guilherme de Azambuja. Biblioteca Nacional: desenvolvimento do modelo brasileiro de biblioteca acessível para pessoas com deficiência e idosos. Disponível em: . Acesso em: 02 jul. 2013.

OLIVEIRA, Magali Araújo Damasceno de; ALVES, Márcia Valéria; MAIA, Maria Aniolly Queiroz. A função social do profissional da informação numa biblioteca inclusiva. Disponível em: . Acesso em: 05 jul.2013.

PIRES, Erik André de Nazaré. O bibliotecário como agente transformador social: sua importância para o desenvolvimento da sociedade informacional através da disseminação da informação. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2013.

PUPO, Deise Tallarico; VICENTINI, Regina Aparecida Blanco. A integração do usuário portador de deficiência às atividades de ensino e pesquisa: o papel das bibliotecas virtuais. Disponível em:. Acesso em: 06 abr. 2013.

ROCHA, Janice Aparecida Pereira; ALVES, Claudio Diniz; DUARTE, Adriana Bogliolo Sirihal. E-acessibilidade e usuários da informação com deficiência. Inclusão Social. Brasília, v. 5, n. 1, p. 78-91, jul./dez. 2011. Disponível em: . Acesso em: 22 jan. 2014.

SANCHES NETO, Asy Pepe. Biblioteca social: atividades biblioteconômicas voltadas para fazer do acesso à informação um meio de inclusão social. Disponível em: . Acesso em: 24 ago. 2013.

SILVA, Luciana Marques da; MIGUEL, Cristiane Gomes. Ações culturais na Biblioteca de São Paulo: um meio de inclusão, uma abordagem prática. CRB-8 Digital, São Paulo, v. 5, n. 2, p. 80-87, dez. 2012. Disponível em: . Acesso em: 03 mar. 2013.

TARAPANOFF, Kira; SUAIDEN, Emir; OLIVEIRA, Cecília Leite. Funções sociais e oportunidades para profissionais da informação. Revista de Ciência da Informação, Rio de Janeiro, v. 3, n. 5, p. 1, out. 2002.

UNICEF. Convenção sobre os Direitos da Criança. Disponível em: . Acesso em: 06 abr. 2013.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PROPESQ PROPESQ PROPESQ   PROPESQ   PROPESQPROPESQ             PROPESQ

 

 

PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ