Crustáceos Estomatópodos e Decápodos da costa de Ilhéus, Bahia, Brasil

Alexandre Oliveira de Almeida, Petrônio Alves Coelho, José Tiago Almeida dos Santos, Neyva Ribeiro Ferraz

Resumo


objetivo deste estudo foi realizar um levantamento das espécies pertencentes às ordens Stomatopoda e Decapoda (subordem Pleocyemata) do infralitoral marinho da costa de Ilhéus (14o47’55”S; 39o02’01”W). As amostragens foram realizadas entre março de 2003 e agosto de 2004, em profundidades que variaram entre 15 e 50 m. Foi coletado um total de 41 espécies, pertencentes a 17 famílias. Os estomatópodos estiveram representados por três espécies e uma família, enquanto os Pleocyemata foram representados por 38 espécies, pertencentes a 16 famílias. As famílias com maior número de espécies foram Mithracidae e Portunidae, representadas em nossas amostragens por cinco espécies. Squilla obtusa, Iliacantha liodactylus, Macrocoeloma concavum e M. septemspinosum têm distribuição meridional conhecida estendida ao sul da Baía de Todos os Santos. Nematopalaemon schmitti, Exhippolysmata oplophoroides, Persephona lichtensteinii, P. mediterranea e Libinia ferreirae são referidas pela primeira vez para a costa da Bahia, preenchendo lacunas em sua distribuição.

Palavras-chave


Crustacea; distribuição geográfica; Bahia; geographic distribution

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5088/atlântica.v29i1.738

ATLÂNTICA (RIO GRANDE), ISSN eletrônico: 2236-7586 / ISSN impresso: 0102-1656, Rio Grande/RS, Brasil