Comparação da dieta natural do siri-azul Callinectes sapidus Rathbun, 1896 (Crustacea: Decapoda: Portunidae) em dois locais no estuário da Lagoa dos Patos, RS, Brasil

Leonardo Simões Ferreira, Andreia Barros, Roberta Araujo Barutot, Fernando D´Incao

Resumo


O siri-azul Callinectes sapidus Rathbun, 1896 é o mais abundante dentre as espécies do gênero na região estuarina da Lagoa dos Patos, sendo considerado um predador bentônico chave. O presente estudo tem por objetivo fazer a comparação da dieta natural do siri-azul entre dois locais do estuário da Lagoa dos Patos. As coletas foram realizadas em fevereiro e maio de 2009 com rede de arrasto de portas durante 15 minutos. No laboratório, os intestinos foram pesados e o grau de repleção avaliado. A contribuição de cada item alimentar foi analisada com a freqüência de ocorrência e a freqüência relativa dos pontos. Para comparação entre os dois pontos de coleta foi realizado teste G com fator de correção de Williams (p<0,05). Nas Bandeirinhas foi possível identificar 18 itens, os mais ocorrentes foram resto vegetal, Erodona mactroides, Heleobia australis e Brachyura; no
Saco da Mangueira foi possível identificar 12 itens, entre os mais ocorrentes estão resto vegetal, Erodona mactroides e camarão. Foi observada diferença entre os itens ocorrentes na dieta de acordo com o local de coleta. O siri-azul se caracteriza por ser generalista oportunista, diferindo sua alimentação de acordo com a disponibilidade de presas do ambiente.

Palavras-chave


Dieta alimentar; Callinectes; Lagoa dos Patos; siri azu

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5088/atlântica.v33i2.2693

ATLÂNTICA (RIO GRANDE), ISSN eletrônico: 2236-7586 / ISSN impresso: 0102-1656, Rio Grande/RS, Brasil