Caracterização e comparação da abundância e diversidade de peixes recifais em diferentes enseadas da ilha do arvoredo: considerações sobre a “reserva biológica marinha (rebiomar) do arvoredo”

Igor Emiliano G. Pinheiro, Jorge Pablo Castello

Resumo


O trabalho visa caracterizar e comparar a abundância e diversidade das espécies de peixes recifais, visualmente acessíveis, em diferentes enseadas da Ilha do Arvoredo (27° 17’S; 48° 22’W). A ilha não pertence integralmente a ReBioMar Arvoredo, portanto, as estimativas também foram comparadas entre áreas protegidas e não protegidas pela reserva. Os dados de abundância relativa, obtidos através de censos visuais, foram analisados através de técnicas univariadas e multivariadas. Os resultados mostram que não há grandes diferenças entre os diferentes pontos amostrais. Espécies como Anisotremus virginicus, Chaetodon striatus, Epinephelus marginatus, Haemulon aurolineatum, Micteroperca acutirostris, Pseudopeneus maculatus, Stegastes e Sparisoma sp. estão entre as mais abundantes e também entre as mais freqüentes na maioria das estações. A abundância geral e a diversidade foram mais influenciadas pela presença do banco de algas calcárias, existente em uma das estações, do que pela proteção assegurada pela reserva. Considerando-se a equitatividade e a comparação de espécies alvo da pesca comercial e esportiva (e.g. E. marginatus) observamos uma possível influência da ReBioMar Arvoredo.

Palavras-chave


Reserva Biológica Marinha do Arvoredo, peixes recifais, Santa Catarina and censo visual, Arvoredo Marine Biological Reserve, reef fish, Santa Catarina e visual census.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5088/atlântica.v32i2.2451

ATLÂNTICA (RIO GRANDE), ISSN eletrônico: 2236-7586 / ISSN impresso: 0102-1656, Rio Grande/RS, Brasil