Caracterização da assembléia de bactérias nitrificantes pelo método "fluorescent in situ hybridization" (fish) no biofilme e água de larvicultura do camarão-Rosa farfantepenaeus paulensis

Simone Soares Oliveira, Wilson Francisco Britto Wasielesky Junior, Eduardo Luis Cupertino Ballester, Paulo Cesar Oliveira Vergne de Abreu

Resumo


Entre novembro e dezembro de 2002 foi realizado um experimento na Estação Marinha de Aqüicultura - EMA/FURG, Rio Grande - RS/Brasil, durante a larvicultura do camarão-rosa Farfantepenaeus paulensis. Substratos artificiais foram adicionados aos tanques para formação de biofilme. Estes eram coletados diariamente para análise de clorofila-a e determinação da abundância e composição da assembléia de bactérias utilizando FISH ("Fluorescent in situ Hybridization”). As mesmas variáveis foram analisadas em amostras de água dos cultivos, além de medida da concentração de amônia, nitrito e nitrato. No início do experimento foi observada a maior concentração de amônia na água, que atingiu 413.98 μM diminuindo para 73.92μM em seguida. Através do balanço de massa de nitrogênio foi possível verificar que a maior absorção de nitrogênio dos tanques ocorreu devido a nitrificação (22.3%). Os processos de nitrificação e desnitrificação tiveram grande importância na remoção de compostos nitrogenados em tanques de larvicultura, representando uma remoção de 39% da amônia presente na água. A concentração de compostos nitrogenados influenciou a composição da assembléia de bactérias no biofilme e na água, principalmente com a predominância dos grupos b- e g-proteobactérias, relacionadas com a variação da amônia, enquanto bactérias do grupo a-proteobactéria estiveram relacionadas com a variação de nitrito.

Palavras-chave


Aqüicultura; Ecologia microbiana; Nitrificação; Biologia molecular; Ciclagem nutrientes; Aquaculture; Microbial ecology; Nitrification; Molecular biology; Nutrient cycling

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5088/atlântica.v28i1.1726

ATLÂNTICA (RIO GRANDE), ISSN eletrônico: 2236-7586 / ISSN impresso: 0102-1656, Rio Grande/RS, Brasil