Desempenho de três dietas com diferentes relações proteína: energia na cultura do camarão branco de Pacífico, Litopenaeus vannamei, sob condições de diminuição da temperatura

Luis Martinez Cordova, Marcel Martinez Porchas, Martin Perez Velazquez, Mayra Gonzalez Félix

Resumo


Três dietas com diferente relações de proteína:energia: 66,7, 77,8, e 87,5 mg de PC/kcal foram avaliados para cultivo de Litopenaeus vannamei em um experimento de 10 semanas durante a estação de diminuição de temperatura no Nordeste do México. As unidades experimentais consistiram em nove tanques de plástico de 4000-L. Não foram detectadas diferenças significativas entre os tratamentos em termos de ganho de peso (2,60 a 2,83 g), taxa de crescimento semanal (0,26 a 0,28 g/semana), percentual de ganho de peso (176 a 188 %), taxa se conversão alimentar (2,9 a 3,2), e sobrevivência (64,3 a 72,5%). Os dados foram analisados separadamente, nas primeiras cinco semanas e nas últimas semanas, detectando-se diferenças significativas. Nas primeiras 5 semanas (temperatura> 18°C), não foram observadas diferenças entre dietas no que diz respeito a ganho de peso (2.20 to 2.42 g), taxa de crescimento semanal (0.44 to 0.48 g/week), percentual de ganho de peso (147 to 161 %) e taxa de conversão alimentar (2.1 to 2.2). Nas últimas 5 semanas (Temperatura <17°C), todos os parâmetros de produção foram muito baixos e diferenças significativas foram encontradas entre. Os melhores resultados foram observados no tratamento 66,7 mgCP/Kcal. Os resultados preliminares obtidos no presente estudo sugerem uma forte relação entre a razão proteína:energia e o desempenho produtivo do camarão-branco do Pacífico em baixas temperaturas.

Palavras-chave


Aqüicultura de inverno; Litopenaeus vannamei; nutrição de camarão; relações de proteína:energía; baixa temperatura; Litopenaeus vannamei; low temperature; protein:energy ratio; shrimp nutrition; winter aquaculture.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5088/atlântica.v32i1.1557

ATLÂNTICA (RIO GRANDE), ISSN eletrônico: 2236-7586 / ISSN impresso: 0102-1656, Rio Grande/RS, Brasil