Avaliação do tamanho de captura e estimativa da abundância relativa do camarão-rosa Farfantepenaeus paulensis (Pérez Farfante 1967) no entorno da Ilha dos Marinheiros, estuário da Lagoa dos Patos, RS, Brasil

Vinicius Mendes Ruas, Luiz Felipe Dumont, Fernando D'Incao

Resumo


O camarão-rosa Farfantepenaeus paulensis utiliza o estuário da Lagoa dos Patos durante o seu desenvolvimento juvenil, e neste ambiente torna-se um importante recurso para a pesca artesanal. Neste trabalho foram analisados os tamanhos dos camarões capturados pelas redes de “saquinho”; e a abundância relativa (CPUE) dos juvenis e pré-adultos no entorno da Ilha dos Marinheiros, RS, Brasil em três áreas distintas. Foram tomadas as medidas de comprimento da carapaça, através das quais se estimou o percentual de camarões com tamanho inferior ao permitido por lei. A CPUE foi estimada por área (áreas I, II e III) através das informações de desembarque da pesca artesanal. As variações diárias da salinidade foram acompanhadas durante o período de pesca através de coleta manual de água. Em todas as áreas, durante toda a safra, as capturas de camarões com tamanho inferior ao permitido por lei foram superiores ao percentual permitido. A CPUE foi significativamente menor na área III e as maiores abundâncias ocorreram nos dois primeiros meses de safra.

Palavras-chave


Camarão-rosa; pesca artesanal; abundância; recurso pesqueiro; capturas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5088/atlântica.v33i2.1493

ATLÂNTICA (RIO GRANDE), ISSN eletrônico: 2236-7586 / ISSN impresso: 0102-1656, Rio Grande/RS, Brasil